Rua Guadalajara, nº 645 - Centro - CEP 87340-000 - Mamborê - PR
|
(44) 3568-8000
|
prefeitura@mambore.pr.gov.br
|

Aniversário

Nesta sexta-feira Mamborê comemora 61 anos de emancipação política

Sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Última Modificação: 10/09/2021 09:22:33 | Visualizada 183 vezes

REDAÇÃO: Walter Pereira - Tribuna do Interior - FOTO: Renan Sabá & João Manfrim


Ouvir matéria

A cidade de Mamborê comemora 61 anos de emancipação político administrativa nesta sexta-feira (10). Por conta das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, o município não terá novamente programação festiva. No sábado (11), será realizada na Igreja Matriz, uma missa em ação de graças pelo aniversário. A celebração inicia às 19 horas. 


“Novamente não teremos como comemorar o aniversário da nossa cidade. Por outro lado, o dinheiro que gastaríamos com a festa será revertido em melhorias ao município”, falou o prefeito Ricardo Radomski (PSD), ao comentar que o valor que seria destinado à programação festiva foi aplicado em infraestrutura e na área da saúde.

O prefeito destacou a importância de Mamborê para o cenário regional e estadual. Segundo ele, a cidade evoluiu significativamente com o passar dos anos. Radomski, citou que Mamborê é referência no Paraná na área da agricultura. “Temos uma agricultura forte e pujante. Nossos produtores sempre têm buscando investir em tecnologia colocando nosso município como um dos maiores produtores de grãos do Estado”, orgulha-se.  

     
A cidade tem uma produção diversificada. É forte no segmento da avicultura, suinocultora e pecuária leiteira. “Hoje nossos produtores de soja estão diversificando com aviários. Já o pequeno produtor ficou mais forte na pecuária de leite e suinocultura”, destacou.


Radosmki lembrou que mesmo com a pandemia a cidade não parou. Segundo ele, novas empresas se instalaram no município. No setor público as obras também continuaram acontecendo.  “Investimos em todas as áreas. São avanços na Educação, saúde e infraestrutura”, afirmou. Ele destacou que o município vai inaugurar nos próximos dias um hospital regional dos olhos. “Queremos tornar Mamborê referência regional na saúde. Nossa população merece”, frisou. 
 

O gestor lembrou que os pioneiros também tiveram sua parcela para o desenvolvimento da cidade. "Se não fosse por eles Mamborê não seria o que é hoje. Muito devemos aos nossos desbravadores que acreditaram no progresso de Mamborê", reconheceu. “A mensagem que deixo à nossa população é que em primeiro lugar se cuide por causa da pandemia. Peço que acreditem em dias melhores. Ao nosso município, desejo muito desenvolvimento e reforço o meu compromisso e dedicação de fazer de Mamborê uma cidade ainda melhor”, acrescentou.

Conforme relatos de pioneiros e historiadores, os primeiros habitantes começaram a chegar ainda nos anos 20 na região de Mamborê, atraídos pelas estradas abertas por paraguaios em função da presença de erva-mate que era caracterizada na região. O processo de demarcação de vias e lotes foi executado pelo agrimenssor Polon Radeck, que foi contratado pelo Governo do Estado.
 

Mamborê foi desmembrado de Campo Mourão, que havia sido desmembrado de Pitanga, que por sua vez foi desmembrada de Guarapuava. A agropecuária e as terras férteis em grande extensão, com um relevo privilegiado fizeram de Mamborê um forte município em nível regional.

A denominação do município foi originada da língua Guarani, "Haamam-Amburê", que significa lugar distante e reunião de pessoas, simplificado para "Mamburê" e definitivamente Mamborê, em ocasião da publicação da criação do município no Diário Oficial. O primeiro prefeito foi Nelson Chiminácio, homenageado com a denominação do paço municipal. O aniversário do município é comemorado no dia 10 de setembro. A padroeira é Imaculada Conceição, cuja data de comemoração é 8 de dezembro.

Fonte: REDAÇÃO: Walter Pereira - Tribuna do Interior - FOTO: Renan Sabá & João Manfrim

 Galeria de Fotos

 Veja Também